Aprenda Como Aumentar a Sua Autoestima.

Aqui estão algumas idéias e técnicas para aumentar a autoestima.

O que é autoestima?

Autoestima é o que você pensa, acredita e sente sobre si mesma. Embora todos tenham autoestima, nem todos têm uma autoestima saudável.

Autoestima saudável significa que você continuamente faz escolhas em seus pensamentos e ações. Essas escolhas, estão alinhadas com seus valores, sua paz de espírito e seus sonhos. Aumentar sua autoestima é um processo, não algo que você desenvolve da noite para o dia. Pense nisso como um músculo que requer exercícios regulares para ser fortalecido e mantido.

Para aprender como aumentar a autoestima, você deve:

  • Entender como seu cérebro funciona e seu impacto em seus pensamentos, sentimentos e comportamentos.
  • Reconhecer que você é a autora de sua vida e que sua mentalidade influencia diretamente seu destino.
  • Aceitar que a responsabilidade por seus pensamentos é sua, fazendo escolhas que são geradas conscientemente a partir de seus valores, sonhos e objetivos.
  • Desenvolver as habilidades necessárias para atualizar o software de sua mente, para mudar seus pensamentos e promover uma autoestima saudável.

O cérebro e como aumentar a autoestima.

Como funciona o cérebro humano? Seu cérebro é composto de aproximadamente cem bilhões de células nervosas, chamadas neurônios. Os neurônios têm a capacidade de coletar e transmitir sinais eletroquímicos criando vias neurais.

Quando você aprende algo, inicialmente o caminho ou a conexão são fracos. Se você começa a pensar em algo específico e praticar um determinado comportamento com freqüência, mais forte se torna o caminho do cérebro, formando um hábito automático de pensar e agir.

Pense em quando você aprendeu a andar de bicicleta. Você tinha que prestar atenção conscientemente para permanecer equilibrada, mantendo os olhos na estrada, segurando o guidão e dirigindo na direção desejada. Então, quanto mais você praticava, mais fortes seus caminhos para andar de bicicleta se tornavam.

Por fim, você conseguiu subir na bicicleta e pedalar sem pensar. Você estava operando no automático. Uma forte neurotransmissão cerebral para quem anda de bicicleta foi criada, como se um novo software tivesse sido carregado e estivesse operando perfeitamente em sua mente.

Seu cérebro funciona da mesma maneira na formação de como você pensa sobre si mesma – sua autoestima. Quando criança, seus pensamentos sobre você são formados a partir das mensagens que você ouviu, acreditou e internalizou de pessoas importantes e influentes em sua vida.

Por exemplo, se você sempre foi alvo de zombaria de seus colegas de classe e não foi convidada para brincar com eles quando era criança, provavelmente desenvolveu um padrão de pensamento de baixa autoestima em relação a amigos e situações sociais. Como resultado, na vida adulta, esses padrões de pensamentos podem vir à tona automaticamente em reuniões sociais onde você experimenta ansiedade, medo e nervosismo com base em pensamentos como:

  • As pessoas não gostam de mim.
  • Eu só fui convidada para essa festa porque elas ficaram sem jeito de não me convidar.
  • Ninguém vai falar comigo.
  • Eu não sei o que dizer.

Essas crenças formam seu padrão de pensamento dominante. Elas são um hábito de pensar e operar de forma automática, que aciona, consciente ou inconscientemente, seus sentimentos e reações às circunstâncias de sua vida.

A pesquisa mostrou que os pensamentos dominantes podem ser alterados. Se você quer aumentar sua autoestima, você pode mudar seus pensamentos, sentimentos e comportamentos com uma prática regular consistente. É o mesmo que aprender uma nova habilidade. Aprender requer tempo, prática e paciência. Normalmente leva de 30 a 40 dias para instalar um novo hábito e criar uma nova via cerebral. O desafio que você enfrenta ao criar novos caminhos cerebrais é que nós humanos, estamos acostumados a operar de forma automática. 

Como aumentar a autoestima:

Você começa percebendo seus sentimentos, pois eles são gerados por seus pensamentos. Você então se pergunta: “Quando estou sentindo _______ (diga o que você está sentindo), eu estou pensando __________ (diga o que você pensa)?” Com essa percepção consciente de seus pensamentos, você se pergunta:

  • Esses pensamentos aumentam a autoestima?
  • Estou fortalecendo ou enfraquecendo a minha autoestima com esses pensamentos?

Se você está enfraquecida por seus pensamentos, agora pode escolher novos pensamentos, criando novos caminhos cerebrais que estão alinhados com seus valores, sonhos e apoiam sua autoestima saudável. Alguns pensamentos geradores de autoestima saudáveis são:

  • Eu escolho os pensamentos que penso.
  • Tenho acesso ao apoio e recursos para viver uma vida satisfatória e gratificante.
  • Eu sou a autora da minha experiência através dos pensamentos que penso.
  • Eu estou confiante.
  • Eu personifico uma autoestima saudável.

Lembre-se: o próprio ato de perceber seus pensamentos e agir para mudá-los é fortalecedor. Isso envia uma mensagem forte ao cérebro que diz “Sou uma pessoa que controla meus pensamentos. Eu escolho conscientemente os pensamentos que penso e como reajo às circunstâncias da vida”.

Etapas para cultivar vias cerebrais saudáveis de autoestima:

1. Quando você perceber que está tendo um pensamento poderoso, pare por um momento e parabenize-se. Esse reconhecimento reforça o caminho do cérebro de sua autoestima saudável.

2. Quando você perceber que está tendo um pensamento enfraquecido, pare e reconheça que percebeu. Respire fundo e diga: “Sou responsável pela minha vida e agora, escolho amar e me aceitar”. Em seguida, capacite-se com ações que gerem bons sentimentos (exercitar-se, conversar com uma amiga, reconhecer suas realizações, ajudar alguém, cantar, dançar, etc …). Isso fortalece as vias neurais saudáveis da sua autoestima.

Agora você está no caminho certo para cultivar uma autoestima saudável.

Para obter mais técnicas sobre como aumentar a sua autoestima, conheça o SOS DA AUTOESTIMA. Um programa de capacitação de 4 semanas projetado especificamente para te deixar uma mulher bem resolvida, dotada de confiança e que se valoriza.


Clique Aqui e Conheça.

Não desista de você! Construa gradualmente a sua autoestima, Clique Aqui e conheça a minha caixa de ferramentas da Autoestima.

Eu vou ficando por aqui, espero que eu tenha conseguido te ajudar um pelo menos um pouquinho.

Se quiser falar comigo entre em contato pelo meu WhatsApp(61)9 9197-3596 ou me envie um e-mail para: contato@suzanaborges.com.br

Fique em paz!

Um grande beijo!

Suzana Borges

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *