Dicas para aumentar a Autoestima #3

Essas são as 4 últimas dicas, sobre como melhorar a sua autoestima, que ficaram faltando.

Se você ainda não leu, eu recomendo fortemente que leia, pois os dois últimos Posts completam esse de hoje.

Dicas para aumentar a Autoestima #1

Dicas para aumentar a Autoestima #2

Vamos as dicas:

1- Pare de ser Perfeccionista.

Poucos hábitos de pensamento podem ser tão destrutivos na vida cotidiana quanto o perfeccionismo.

Isso pode paralisá-la de agir porque você fica com tanto medo de não cumprir um padrão. E assim você procrastina e não obtém os resultados desejados. Isso fará com que sua auto-estima afunde.

Ou você age, mas raramente ou muito raramente está satisfeito com o que realizou e com o seu próprio desempenho. E assim sua opinião e sentimentos sobre você se tornam cada vez mais negativos e sua motivação para agir despenca.

Como você pode superar o perfeccionismo?

Algumas coisas que realmente me ajudaram são:
Faça bom o suficiente. Quando você almeja a perfeição, isso geralmente acaba em um projeto ou uma tarefa nunca terminada. Então, basta ir para bom o suficiente. Não use isso como uma desculpa para afrouxar. Mas simplesmente perceba que há algo chamado bom o suficiente e quando você está lá, então você conseguiu!

Lembre-se, que exigir sempre a perfeição vai prejudicar você e as pessoas em sua vida. Esse simples lembrete de que a vida não é como em um filme, uma música ou um livro pode ser uma boa realidade sempre que você sonhar com a perfeição. Porque a realidade pode chocar com as suas expectativas quando estão fora deste mundo e prejudicar ou até mesmo levar ao fim dos relacionamentos, empregos, projetos e assim por diante.

2- Lidar com erros e falhas de uma forma mais positiva.

Se você sair da sua zona de conforto, se você tentar realizar algo realmente significativo, tropeçará e cairá pelo caminho.
E está tudo bem! É normal! Isso acontece com as pessoas que fazem algo relevante.

Então quando você tropeçar tente isso:
Seja seu melhor amigo. Em vez de se martirizar, pergunte-se: como meu amigo / pai me apoiaria e me ajudaria nessa situação? Então faça as coisas e fale consigo mesma, como ele ou ela faria. Isso evita que você caia em um desespero e a ajuda a ser mais construtiva, esquecendo a dor inicial do erro ou do fracasso.

Encontre o lado positivo. Outra maneira de ser mais construtiva nesse tipo de situação é se concentrar no otimismo e nas oportunidades. Então pergunte a si mesma: o que posso aprender com isso? E qual é a oportunidade que posso encontrar nesta situação? Isso irá ajudá-la a mudar o seu ponto de vista.

3- Gaste mais tempo com pessoas que lhe dão apoio (e menos tempo com pessoas destrutivas).

Mesmo que você se concentre em ser gentil com outras pessoas (e com você mesma) e com a substituição de um hábito de perfeccionismo, será difícil manter sua autoestima se as influências mais importantes de sua vida atrapalharem a sua vida.

Então, faça algumas mudanças. Escolha passar menos tempo com pessoas que são nervosas, perfeccionistas, indelicadas ou que não apóiam seus sonhos ou objetivos. E passe mais tempo com pessoas positivas e edificantes que tenham mais padrões humanos e gentis e formas de pensar sobre as coisas.

Pense sobre o que você lê, ouve e assiste também. Gaste menos tempo vendo notícias ruins na Internet. Pare de assistir programas violentos na TV, se isso faz com que você se sinta mais negativa em relação a si mesma.

Em seguida, gaste o tempo que você usaria para com essas “porcarias”, lendo livros, blogs, sites e ouvindo podcasts que ajudam você e que fazem você se sentir bem consigo mesma.

4- Não alimente as dores do passado, viva o presente e planeje com otimismo seu futuro.

Não é fácil deixar uma decepção do passado martelando na mente. Porém, ao alimentá-la, seu humor certamente será afetado e sua autoestima também. Viver o presente é aprender a viver o agora e planejar o futuro de forma positiva fará da esperança algo produtivo.

Você percebeu que são coisas simples de se fazer? Esses hábitos fizeram maravilhas por mim. Espero que possa fazer o mesmo por você. Depois me conta o que você achou dessas dicas.

Fique em Paz!

Um grande beijo!

Suzana Borges

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *